Brasil perde nos pênaltis para o Canadá e está eliminado dos Jogos Olímpicos
‘Discutir o sexo dos anjos’ Paco Britto sobre eleições de 2022
Exibir tudo

Paranoá entra na rota dos destinos turísticos do DF

Secretária do Turismo do DF, Vanessa Mendonça, e o administrador do Paranoá, Sérgio Damasceno, durante o Turismo em Ação do Paranoá. Foto: Renato Braga/Setur-DF

02 agosto de 2021

O programa do Turismo em Ação fez a entrega de carteiras do artesão à comunidade e conheceu pontos turísticos para consolidar o turismo na região

A décima caravana itinerante da Secretaria de Turismo do DF (Setur-DF) desembarcou na Região Administrativa do Paranoá para consolidar ações que vão transformar o local numa rota do turismo em Brasília e a experiência do cidadão. Para isso, foi inaugurado o Centro de Atendimento ao Turista (CAT) e foram entregues carteiras nacionais do artesão, além de visitas a pontos de potencial valor turístico.

As atividades contaram com a presença da secretária do Turismo do DF (Setur-DF), Vanessa Mendonça, do administrador do Paranoá, Sérgio Damasceno, do representante do deputado Rafael Prudente, Francisco Lincoln, de artesãos, empresários e lideranças comunitárias.

O evento aconteceu nesta sexta-feira (30) e iniciou com a inauguração do CAT, que está localizado na sede da administração local e segue os padrões estabelecidos pela Setur, com atendimento diário das 9h às 18h, inclusive aos finais de semana e feriados. A Setur-DF implementou oito CATs nas regiões administrativas de Sobradinho I, Riacho Fundo II, Ceilândia, Brazlândia, Lago Sul, Guará, Fercal e Paranoá, além dos localizados na Casa de Chá, Aeroporto Juscelino Kubitschek, Rodoviária Interestadual, Torre Digital e nos Setores Hoteleiros Norte Sul.

Secretária do Turismo do DF, Vanessa Mendonça, e o administrador do Paranoá, Sérgio Damasceno, durante o Turismo em Ação do Paranoá. Foto: Renato Braga/Setur-DF

O administrador Sérgio Damasceno destacou o trabalho da Setur-DF para fomentar o turismo do DF  e reconheceu que o CAT vai ser uma oportunidade do setor acontecer na região e levar desenvolvimento local.

“Hoje é um dia histórico. A comunidade ajudou a construir Brasília pela Barragem do Paranoá. Ter um Centro de Atendimento ao Turista significa muito pra nossa região. Pode parecer uma coisa simples, mas para as pessoas visionárias sabem do desenvolvimento que o turismo pode trazer, pois as cidades acontecem nas cidades por meio das administrações regionais. Assim, o turismo é aqui na ponta e o Paranoá é uma cidade histórica que merecia esse olhar da Secretaria de Turismo”, disse o administrador.

Paranoá na rota do turismo

Nesse sentido, a secretária Vanessa Mendonça ressaltou que a pasta trabalha seguindo a orientação do governador Ibaneis Rocha para trabalhar pela população, gerar emprego e renda e valorizar a cidade, colocando-a no lugar que é dela. “Com o trabalho desenvolvido pelo governador somos hoje reconhecidos como um dos destinos turísticos mais procurados”, afirmou.

Secretária do Turismo do DF, Vanessa Mendonça, durante o Turismo em Ação do Paranoá. Foto: Renato Braga/Setur-DF

“O turismo é o setor que mais emprega no Brasil e no mundo inteiro e estamos fazendo isso na nossa cidade. Brasília foi construída em mil dias com amor e com fé, por JK e muitos trabalhadores. Hoje somos a capital de todos nós e temos que honrar o suor desses homens. Por isso, estamos descentralizando o turismo do DF, categorizando os segmentos. Isso vai permitir que o Paranoá se apresente como destino turístico e as pessoas virão aqui conhecer as igrejas, as praças, a gastronomia e tudo o que a cidade pode permitir como experiência ao visitante ”, declarou Vanessa Mendonça.

A servidora da Administração da RA e pioneira na região, Isabel Alexandra, participou do evento e declarou seu carinho pelo local e a importância de um miniguia com as atrações locais. “Como moradora do Paranoá, nascida aqui na região considerada acampamento. Vejo hoje com alegria o cuidado com o nosso Parque Vivencial, que acolhe e recebe os moradores, é um local lindo que marca muito a nossa história. Falar de Paranoá, eu ficaria, talvez, o dia todo, a semana toda, a vida. Porque é uma vida onde a gente só tem que agradecer a oportunidade de passar esses ensinamentos aos visitantes”, falou a servidora.

Fungetur

Vanessa Mendonça destacou a importância do Fundo Geral do Turismo (Fungetur) no fomento de atividades do turismo, inclusive o artesanato. O Fungetur estabeleceu uma linha de crédito histórica junto ao Banco de Brasília (BRB), instituição financeira responsável por operar o repasse de R$ 521 milhões feito pelo Ministério do Turismo. “Estamos indo a cada uma das RA’s para falar desse recurso e colocá-lo à disposição da comunidade”, disse.

Turismo em Ação no Paranoá. Foto: Renato Braga/Setur-DF

A subsecretária de Promoção e Marketing da Setur-DF, Daniele Faria Lopes, falou sobre a necessidade de se ter um novo olhar para reconhecer que existe muito mais turismo que pode fortalecer a identidade local. “A gente quer de fato que Fungetur chegue aqui no Paranoá, mas para ter acesso é preciso que sejam empreendedores da cadeia do turismo. Queremos as pessoas vindo para cá, para conhecendo a história, a gastronomia, a cultura, o artesanato, consumindo e gerando renda local. O turismo é uma indústria com alto poder de transformação e a população precisa se apropriar dos produtos do turismo”, finalizou Daniele Faria.

Carteira do artesão

Fechando a cerimônia de inauguração do CAT, a Setur-DF fez a entrega de 12 Carteiras Nacionais do Artesão. A secretária Vanessa Mendonça ressaltou que “a carteira é a certificação da qualidade do artesanato produzido e abre a oportunidade de o artesão participar de todas as feiras locais e nacionais”. Além disso, Vanessa colocou à disposição da comunidade artesã o caminhão do artesanato para levar a produção a todas as feiras das quais a secretaria participa, na cidade ou em outras cidades.

A artesã Taise Dias segura a Carteira Nacional do Artesão ao lado da Secretária do Turismo do DF, Vanessa Mendonça, e do administrador do Paranoá, Sérgio Damasceno. Foto: Renato Braga/Setur-DF

A artesã Taise Silva Dias trabalha com artesanato místico e religioso e foi uma das profissionais que receberam a Carteira Nacional do Artesão. Segundo a profissional, o documento representa o reconhecimento do seu trabalho.

“É uma alegria muito grande receber a Carteira do Artesão. É de grande importância porque abre as portas para feiras e grandes eventos, inclusive internacionais. Significa também o reconhecimento e a visibilidade que, como artesã, sempre procurei”, se orgulha Taise Dias.